Em São Francisco do Maranhão, servidores da Educação, Saúde e Assistência Social discutem a valorização da vida; Veja o vídeo

A Prefeitura Municipal de São Francisco do Maranhão, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, realizou na manhã dessa sexta-feira, sob a coordenação do Serviço de Atendimento Médico de Urgência (Samu), uma palestra com servidores da Saúde, Assistência Social e também da Educação, evento alusivo à campanha nacional ‘Setembro Amarelo’, por ser este o mês de prevenção ao suicídio.

O encontro, que destacou a valorização da vida, foi amplamente abordado pela enfermeira da Estratégia de Saúde da Família (ESF) e do Samu, Haylla Simone, pela enfermeira plantonista do Samu, Neumária Barbosa, e pelo coordenador do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu).

De acordo com a enfermeira Haylla Simone, foi possível construir grupos de discussão e simulação para melhor trabalhar o tema com foco na valorização da vida e na importância do cuidado continuado e da empatia.

“O evento foi importante para o fortalecimento da rede de atenção psicossocial do município, favorecendo a capacitação dos profissionais para agilizar e melhor atender os usuários do sistema frente à tentativas de suicídio. Conseguimos criar um vínculo entre saúde, educação e assistência social e fortalecer a comunicação em rede para que a assistência de qualidade seja sempre a nossa ferramenta de trabalho”, disse Haylla.

A iniciativa da Secretaria de Saúde tem contemplado também servidores das escolas da Rede Municipal de Ensino na zona rural, a exemplo da escola Mãe Júlia, que fica na comunidade Tapera. Servidores do estabelecimento foram beneficiados com uma palestra sobre o tema na última quarta-feira (15), também coordenada pelos profissionais do Samu.

O secretário municipal de Saúde, Raimundo Neto, informou que a ação vai durar todo o mês de setembro. Segundo ele, o debate é resultado de uma parceria entre as três secretarias. “O Samu está realizando essa palestra em todas as Unidades Básicas de Saúde com a finalidade de levar os profissionais a um olhar crítico para identificar com os seus usuários se há algum problema, seja na Educação, na Saúde e dar os encaminhamentos devidos. Essa parceria com as secretarias veio para melhorar a realização dessas ações em prol dos franciscoenses.”

Como apoio na ação, o município dispõe de diversos profissionais para casos de urgência ou emergência, a exemplo do hospital que funciona 24 horas/dia com médicos, enfermeiros e técnicos em Enfermagem. O município dispõe ainda de seis equipes de Estratégia de Saúde da Família (ESF) com médicos, enfermeiros, e ainda três psicólogos e assistentes sociais no Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) para atendimento durante a semana.

Via Somos Notícias / Vídeo via seguidores do Blog do Irisnobre Bryan

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *